Todos os Problemas Misturados

Oh yeah, aquela época do mês que qualquer coisinha me da vontade de gritar, que um fio de cabelo fora do lugar me faz chorar por horas e só o fato das pessoas respirarem perto de mim, me da vontade de arrancar a cabeça do individuo com as unhas e jogar para os cachorros. Ah… a TPM! Pois é moçada, se escondem por um bom tempo, pois estou temperamental demais! É a época do mês em que TUDO, realmente, TUDO da errado na minha vida.

Enfim, antes mesmo de entrar nessa época trágica do meu ciclo hormonal, havia mandando esse texto para minha irmã, que também estava de TPM, (por sorte ficamos em épocas diferentes). E resolvi trazê-lo para vocês. É do blog Verdade Feminina e eu super indico ele.

Não são só eles. Nós também odiamos esse período nebuloso. TPM dá preguiça demais. Trabalho demais. Pensa comigo, o quanto é desgastante e chato, a possibilidade de ter mais de três sensações e quatro sentimentos em menos de dez minutos. Nem na final de pênaltis de Flamengo e Fluminense os homens sentem isso. Nem comer uma torta de limão proporciona isso. Mentira, proporciona sim. Ou melhor, cura que é uma beleza! E o detalhe: esse turbilhão avassalador acontece todo mês. Não tem muito escape. A gente acorda, e de repente está louca.

Se estou caindo no clichê de escrever sobre a TPM, é por que eu Tô meio Pirada Mesmo. A gente fala uma coisa e pensa outra. Ou pensa uma coisa e fala outra. Fazemos bagunça e inventamos problemas onde está zen. Nos transformamos em defensoras de pequenas causas – uma pomba machucada dói o coração (e olha que pomba tem piolho!) – e em exageradas profissionais, prometendo coisas como “nuuuuunca mais como esse brigadeiro do café perto do escritório”. Mentira, come sim. Mês que vem comemos de novo. A Temporada é Proibida para Machos, mas, vou te contar, como precisamos dos namorados e maridos ao nosso lado dizendo setenta vezes que nos ama ou demonstrando qualquer pequeno gesto de afeição. Como também precisamos bem longe, porque dá uma preguiça danada olhar para cara deles. E toda essa vontade de tê-los perto e longe acontece no mesmo dia. Ou talvez na mesma hora, para não dizer no mesmo minuto. Dá uma vontade incontrolável de gritar. Bem assim, simplesmente gritar. Com o chefe, o motoboy folgado, a atendente de telemarketing, a vizinha que acorda cantando, o cliente que desmarca a reunião de última hora e qualquer ser humano que discorde, argumente, implique ou encha o saco.

Mas também temos nossas pequenas vantagens. Com quinze anos, o “estou menstruada”, vira desculpa pra não fazer a educação física. Com vinte, para voltar atrás naquela briga desnecessária com o namorado. “Você tem que entender, amor, tava de TPM!”. Aos trinta, para não ir naquela festa superanimada (not!) do pessoal do trabalho. “Ai, pessoal, desculpa, tô naqueles dias que preciso ir para casa, sabe?”. E você nem tava tão tensa, tava era se sentindo velha e com preguiça mesmo. E por aí vai. Abusamos do poder. Ainda bem que passa. E que são só Temporários Problemas Mentais.

Então, já viram né?! Tô meio Pirada Mesmo, mas logo vai passar. Mas vou falar uma coisa séria agora. TPM é normal, mas é uma síndrome e tem tratamento. Você que sofre de TPM pode procurar um especialista e saber mais sobre isso.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s