Desabafo

Eu sempre fui muito egocentrica, mas por um bom tempo eu não quis aceitar isso, e não assumia isso.

Me lembro da primeira vez que realmente me toquei que era egocentrica. Estava lendo, (não lembro qual foi) um livro da saga de Twilight, e era a parte onde a Rosalie Cullen contava sobre sua história e eu logo pensei “Putz, que mulher egocentrica e nojenta!”. Pouco tempo depois vi que era igual a ela e que aquilo não era nada legal. Só assumi mesmo ser egocentrica meses depois, a um amigo.

Depois de um tempo não via problemas em me assumir de vez como egocentrica. Não que isso seja algo bom, não é bom. Não é bom conviver com alguém egocentrico e muito menos ser alguém egocentrico. Por que quando somos egocentricos queremos toda a atenção, de todos, só para si. Você começa a sentir ciúmes e inveja. E desde quando isso é legal de se sentir? Não é. É chato, muito chato. E triste, vocês não tem ideia de como é triste.

Anos depois. Na verdade, agora, tem algumas semanas. Eu conversando com meu namorado, ele me disse uma verdade: “Fabiana, você não é o centro do mundo!” E eu não sou mesmo. E isso me fez cair na real. Na verdade, depois de começar a namorar com ele, eu mudei muito, eu realmente cresci. Eu posso até não ter mudado tanto quanto eu imagino que tenha mudado, mas eu mudei meu pensamento, meu modo de ver o mundo, de me ver, de ver como as pessoas me viam e o modo de como eu afastava as pessoas de mim, pela forma que as tratava.

Enfim. Não era para desabafar sobre o fato de eu ser egocentrica e querer a atenção sobre a minha linda pessoa (brincadeira rs). Mas comecei dizendo sobre meu egocentrismo, (que está muito menor, acreditem) para dizer o quanto eu acho horrivel eu chegar aqui, hoje, para desabafar de algo tão… insignificante comparado aos problemas dos outros. Me sinto fútil, mimada, egocentrica por reclamar dos meus problemas, que na verdade, não são nada comparado a miséria em alguns países, as milhares de pessoas morrendo mundo à fora, aqui mesmo no Brasil, por causa de dinheiro. Como o povo consegue ser tão mesquinho?! Matar por dinheiro? Matar por qualquer motivo. E a fome, a falta de estrutura nos hospitais públicos?

Não é para se sentir egocentrico ao pensar que seu “problema” é algo enorme, sendo que tem gente sofrendo por muito mais?

Eu ando numa época do mês, nada agradável, do ciclo hormonal feminino, como havia dito no último post. A famosa TPM, ou como eu gosto de chamar, e como eu realmente sinto, Todos os Problemas Misturados. Parece que qualquer coisinha, junta com outra e mais outra, quando você vê se tornou uma enorme bola de neve e ela se torna uma bomba e explode nas suas mãos, sem mais nem menos. É como eu me sinto hoje. E sabe mais o que sinto? Sinto como se não fosse importante para alguém, mesmo sabendo que eu sou, nem que seja para a minha mãe, eu sou importante para alguém. Mas é como eu me sinto.

Mas sabe o que eu não sinto? Não sinto mais vontade de estar aqui, não sinto mais vontade de passar meu dia, me empenhando em algo que não é nada. Passando as horas me dedicando a algo para pessoas que não existem. Por que não existe. Eu quis mudar o layout do blog, por que queria me reaproximar dele, novamente, mas não pude. Me privaram disso. Não queriam que eu mudasse o banner, mas aquilo me encomodava tanto, mais tanto, que tapei os ouvidos e segui minha vontade, fiz outro e coloquei, sem me importar se gostariam ou não. “O blog é meu, mas eu escrevo para as pessoas.” Foi o que eu disse, mas que pessoas? Não tem ninguém aqui. Meus amigos não se dão o trabalho de ler meu blog, não se dão o trabalho de entrar e ver o que tem de novo, se eu fiz um post novo. Nem minha família faz isso. Faz, por que eu peço. Só fazem por que eu peço. E por sempre ter que pedir, eu perdi a vontade de continuar.

Eu não sei se esse sentimento é concreto ou é apenas o meu Temporário Problema Mental. Enquanto estou nele, eu vou deixar o blog aqui, se realmente bater a vontade, eu posto, assim como eu postava no início. Quase nunca, como uma turista. Post eu tenho pronto, vários, só basta colocar aqui. Mas cadê a vontade? Então, enquanto ela não vem, e eu estou nessa fase dramatica, ele vai ficar aqui, meio de lado, já saindo… indo embora.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s